A INSTITUIÇÃO

A instituição psicanalítica deve ser um espaço de formação permanente, em que cada um é convocado, por meio da análise pessoal e dos estudos teóricos, a dar a sua contribuição, movido por uma transferência de trabalho. O Espaço Moebius é uma instituição sem fins lucrativos que, a partir dos fundamentos de Freud e de Lacan, tem como finalidade o estudo, a transmissão da psicanálise e a produção permanente de analista. Para sustentar seus propósitos conta com a participação de membros inscritos e correspondentes que definem e coordenam as atividades sugeridas, além dos designados como participantes, que se integram às atividades inseridas no contexto institucional.

 

Esse ano, trataremos do tema “A transferência e a prática da psicanálise, hoje”, que tomaremos como fio condutor indispensável para uma leitura de questões relativas a divisão constitutiva do sujeito, na prática da psicanálise. Na análise em intenção, não é excessivo se considerar que a Transferência é uma só, embora essa ligação que ela estabelece entre o “amor e o saber”, que atua na relação entre o analista e o analisante, se diversifica em cada tempo de análise. Mais do que isso, se num primeiro momento, o analista se presentifica na posição de um “Sujeito suposto ao Saber”, no curso da análise, ele será destituído dessa condição, convocando o analisante a fazer um luto desse compromisso discursivo, que o intima, não só a abandonar esse laço transferencial, como a resolver essa equação do final da análise. A presença da tecnologia e instrumentos digitais se apresentam como objetos de sua realidade contemporânea que afetam a existência do sujeito. Como pensar a presença desses “gadjets” na condução da cura que possibilita o Sujeito a assumir essa condição de semblante de “objeto (a)”, se ele resolve se envolver com a Psicanálise, na posição de analista? Pois é isso que toda análise promove, uma condição necessária, para se produzir analista. O que falta, como uma condição suficiente, para dar uma continuidade à sua produção como analista, será se constituir como um trabalhador decidido da Psicanálise, numa Instituição.

 

As atividades terão início com o Fórum Institucional no dia 03 de março de 2020.